A arte teatral no ambiente escolar trabalha a imaginação, a espontaneidade, a observação, o foco, a reflexão e o relacionamento. Auxilia no desenvolvimento das potencialidades artístico-criativas por meio de jogos teatrais e improvisações (método de Viola Spolin e Augusto Boal), além de incentivar o trabalho em grupo e exercitar o conhecimento de si, do outro e do mundo.

Os objetivos gerais são:

– Perceber o teatro como produção coletiva;
– Exercitar a apreciação estética.
– Entender o teatro como produto cultural;
– Expressar-se e comunicar-se por meio do teatro;

Já os objetivos específicos são:

Saber realizar atividades criativas respeitando a regra do jogo e o combinado do coletivo, exercitando também a função de liderança e o protagonismo revezado.
– Aprender a utilizar o seu corpo, voz e ações para se expressar com segurança (contribuindo assim nas demais apresentações de trabalhos e seminários no colégio).
– Criar familiaridade com alguns dos termos utilizados nas artes cênicas.
– Praticar a criação coletiva compreendendo relação palco/plateia.
– Criar uma vivência artística para que o conhecimento teatral possibilite uma melhor fruição espetacular.
– Desenvolver a criação de forma coletiva contribuindo, assim, para o fortalecimento do conceito de grupo e do viver em sociedade.
– Expressar-se com maior segurança e desenvoltura (desenvolvendo o foco de atenção e o controle de ansiedade, demonstrando melhor consciência corporal e relação com o espaço de apresentação).
– Entender o espetáculo como um todo, aprendendo conceitos de dramaturgia, sonoplastia, iluminação, figurino e cenário (incentivando também a produção destes).
– Ampliar a percepção para diferentes formas de arte, como o cinema, a fotografia e a música, propondo a intertextualidade artística.
– Ampliar a compreensão de texto teatral e a criação de personagens.

DINÂMICA DO CURSO: o teatro é oferecido para o Ensino Fundamental e Médio (a partir do 2º ano EF I), com uma aula semanal que varia entre 90 minutos (EF I) e 120 minutos (demais turmas). O número mínimo para abertura de turma é de 10 alunos, sendo 25 o número máximo. No final do ano temos uma Mostra de Teatro, em que os processos vivenciados durante o período de oficina são apresentados em um espetáculo teatral. Para esta apresentação, os gastos com os figurinos serão de responsabilidade dos pais/responsáveis e, eventualmente, poderão ser marcadas aulas extras para ensaios.